quinta-feira, 5 de agosto de 2010

POEMÃO




Olá gente amiga! Quem de vocês não queria ter tido o privilégio de poder fazer uma parceria com um poeta como o Vinicius de Moraes, hein? Quem?? Bom, acreditamos que todos gostariam. Portanto, a proposta é a seguinte:
Vamos colocar aqui, no primeiro comentário, um trecho de um poema do Vinícius  e vocês terão que ir completando com mais quatro versos. Pode comentar, mas, ao fim de seu comentário, deixe a sua estrofe dando sequência à estrofe anterior, não quebre a corrente.
Mas para participar do POEMÃO, há duas regras: 
1 - Após colocar seu comentário e  a sua estrofe, você deverá visitar três blogs que ainda não foram convidados e deixar um convite para que os mesmos participem da brincadeira. 
2 - Dois dos blogs visitados não podem ser de sua lista de amigos, ok? Procure algum blog que VOCÊ ainda não teve o prazer de conhecer e faça o convite. E o melhor disso tudo: Aproveitem e façam novas  amizades.
IMPORTANTE: QUEM QUEBRAR A CORRENTE PERDERÁ TODOS OS FIOS DE CABELO E AINDA ENGORDARÁ 30 KILOS EM MENOS DE UM MÊS.
Um abraço repleto de carinho em todos...
Participem do POEMÃO! Tomara que o Vinicius não se revire no túmulo... rsrs
Beijo na alma!
Elcio.
____________



Vinicius de Moraes
(Rio de Janeiro, 19 de outubro de 1913 — Rio de Janeiro, 9 de julho de 1980)
Vinicius de Moraes foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro.
Poeta essencialmente lírico, o poetinha (como ficou conhecido) notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boêmio inveterado, fumante e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida.
Sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.
  Na verdade, Vinícius de Moraes não foi músico, muito menos cantor. Por causa de suas parcerias com tais músicos e cantores, que musicaram seus poemas, é comum tomá-lo por músico, conhecidas as várias canções de sua autoria. O detalhe importante é que Vinícius não era um compositor, só letrista.


_____________________


Esta é a estrofe para que seja iniciada a brincadeira, retirada do poema“HAVER”. Coloquem o tico e teco para funcionar e boa inspiração para todos! E não se esqueçam: cada um deverá acrescentar mais 4 versos!
“Resta esse sentimento de infância subitamente desentranhado
De pequenos absurdos, essa capacidade
De rir à toa, esse ridículo desejo de ser útil
E essa coragem para comprometer-se sem necessidade”

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails